ANTAR/DEBATE: INVESTIMENTO ESTRANGEIRO EM ANGOLA

 



Visto isto, a Casa de Angola em Coimbra, não podia ficar indiferente a esta realidade sabendo que Angola pode ser o futuro para muitas empresas portuguesas, não só pelos motivos já apontados, mas também como uma mais-valia para o desenvolvimento de Angola.

 

Assim, a Casa de Angola em Coimbra convidou o Dr. António Albuquerque, Ministro Conselheiro no exercício da função de Adido Comercial da Embaixada de Angola em Lisboa, para vir a Coimbra no próximo dia 28 de Março, com o propósito de promover um encontro com empresários e comerciantes da Zona Centro de Portugal.

 

Para tanto, vimos por este meio solicitar a colaboração da Direcção da vossa Associação, no sentido de fazer os contactos com os associados a participarem no Jantar/Debate, no próximo dia 28 de Março de 2011, pelas 19.30 horas, Hotel Dona Inês em Coimbra.

 

Por uma questão organizacional e contabilização de todos os participantes solicitamos que V. Exas. se inscrevam através do nosso e-mail até ao dia 26 de Março de 2011 – casadeangolaemcoimbraongd@hotmail.com.

 

Agradecemos desde já a atenção dispensada e ao dispor para qualquer esclarecimento adicional (Bento Monteiro: 919906829).

Com os melhores cumprimentos,

Coimbra, 7 de Março de 2011


 

NOTÍCIAS:

  • Convocatória

No uso dos poderes que me são conferidos pelos artigos 23º, nº 1 e 25º dos Estatutos, convoco os Associados da Associação Comercial e Industrial de Coimbra, para uma Assembleia Geral Ordinária, a ter lugar no próximo dia 4 de Maio de 2011, pelas 21 horas, na sede associativa com a seguinte:

[ver mais]

  • Fábricas fantasma substituídas por indústria tecnológica e comércio

Há 17 anos já era comum dizer-se que Coimbra vivia à sombra dauniversidade. Podia ser verdade em várias áreas, mas no setor empresarialisso não acontecia, ao contrário do que se regista agora. Não quer dizer que essa mudança de paradigma seja negativa, mas na época, a grande maioria dasunidades industriais ainda se desenvolvia em meio próprio, enquanto atualmente este tipo de empresas está cada vez mais ligado à universidade: ou porque surgiram na incubadora do Instituto Pedro Nunes e no Biocant(em Cantanhede), ou porque são lideradas por docentes da universidade e politécnico, ou porque beneficiam de investigação universitária ou porque têm apoio dos meios académicos no desenvolvimento de projetos.

É a demonstração de que vertente tecnológica das indústrias emergentes é cada vez maior, substituindo progressivamente as indústrias pesadas de mão-de-obra intensiva.

 

Diário as Beiras

[ver mais]

  • ANTAR/DEBATE: INVESTIMENTO ESTRANGEIRO EM ANGOLA

O ano de 2011 tem revelado ser um ano com imensas dificuldades económicas. Portugal e os Portugueses em geral têm sentido muito de perto essas dificuldades, mas é o tecido empresarial e os comerciantes em geral, os que mais sentem quando não conseguem desenvolver a sua actividades e fazer face às despesas que têm.

[ver mais]


 

[histórico de notícias]

 

Deseja receber novidade e noticias?
adicione o seu e-mail à nossa Newsletter

 

 

CONVERSOR DE CAE
Para converter o antigo CAE - Classificação de Actividades Económicas (Rev. 2.1) da sua empresa para a nova classificação de Actividades Económicas (Rev. 3), basta aceder aqui.

.